PGINA INICIAL         MAPA DO SITE         (34) 3331-6000
Notcias
Vendas de smen crescem e Girolando puxa as exportaes
13 de fevereiro de 2019


O mercado de genética bovina registrou crescimento nas vendas de sêmen em 2018, conforme aponta o relatório INDEX ASBIA, que acaba de ser divulgado pela Associação Brasileira de Inseminação Artificial, entidade da qual a Girolando é associada. Foram comercializadas 13.831.149 doses contra as 12.134.438 doses de 2017, elevação de 14%. “Para a pecuária, tanto de corte quanto de leite, 2018 foi um ano de recuperação importante. O País vinha de uma situação complicada e de incertezas econômicas e políticas, mas, com uma melhor definição do cenário eleitoral no segundo semestre, houve mais otimismo por parte dos produtores. Os dados das vendas de sêmen no segundo semestre confirmam isso. O período concentrou mais de 60% do volume comercializado”, informa o presidente da ASBIA, Sergio Saud.

Na pecuária leiteira, o índice registrado foi de 3,6%, com o segmento correspondendo por 4.208.867 doses. “No leite, tivemos um desempenho acima do esperado. O ambiente não era favorável, pois fatores como a greve dos caminhoneiros e a queda no preço do leite tiveram impacto negativo no mercado. Além disso, em 2017, muitas fazendas abandonaram a atividade. Mesmo assim, houve uma recuperação, impulsionada pelas propriedades mais tecnificadas que passaram a investir na robotização da ordenha, no sistema de instalação compost barn e em outras tecnologias para elevar a produção leiteira”, conta Saud. Segundo ele, a raça Holandesa puxou as vendas de sêmen, seguida por Girolando e Gir Leiteiro.Segundo o presidente, houve um crescimento do mercado como um todo em relação ao uso da tecnologia. “Esse crescimento não foi só de vacas inseminadas em uma mesma fazenda que já utiliza a técnica. Propriedades que antes não inseminavam passaram a adotar a inseminação em 2018”, destaca. 

O crescimento também foi verificado nas exportações, com 418.988 doses exportadas, elevação de 22,5%. Neste caso, as raças leiteiras foram as mais demandadas, com liderança do Girolando. “Esse dado deixa claro a valorização da genética brasileira no exterior. A procura pelo Girolando é cada vez maior e não tenho dúvidas de que, futuramente, as exportações de sêmen da raça vão superar até a demanda interna. Não tenho dúvida que daqui uns anos as vendas de sêmen da raça Girolando serão maiores para o exterior do que para o mercado interno”, acredita.

A elaboração do Index ASBIA 2018 ficou a cargo do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) que, desde o ano passado, passou a fazer as análises das vendas de sêmen trimestralmente. Este é o primeiro relatório que traz os dados separados por trimestre, medida que visa a facilitar a tomada de decisão de toda a cadeia produtiva em relação a novos investimentos. “A parceria com o Cepea está sendo fundamental para conseguirmos especificar cada vez mais as informações sobre o uso da inseminação artificial. O próximo passo será disponibilizar os dados de vendas a cada trimestre, e não mais por semestre. Também pretendemos trazer as vendas por município. Hoje, divulgamos os dados por estado. Além disso, estamos conseguindo antecipar o fechamento do relatório para que a informação esteja disponível no início do ano”, informa Saud.

Produção – Esse foi outro item de crescimento em 2018. O mercado brasileiro registrou a entrada de 16.825.448 doses de corte e leite (+19,9%). Foram importadas 7.195.145 doses e 9.630.303 doses produzidas nacionalmente. Já as doses oriundas da Prestação de Serviço foram 1.391.327 (+7,7%). 

Expectativa para 2019 - O presidente da ASBIA acredita que o cenário econômico está mais favorável e deve ajudar a aquecer o mercado de genética. Entre os fatores está a melhora da economia do País, com a redução do índice inflacionário e a retomada dos empregos, o que deve elevar o poder de compra do consumidor. Também deve influenciar a produção recorde de grãos no Brasil e a queda do preço da soja e do milho, reduzindo os custos de produção. Com menos custos, a tendência é que o produtor invista mais em tecnologias, como a inseminação. 

 




Larissa Vieira
imprensa@girolando.com.br



LTIMAS NOTCIAS

24/05/2019 - Inscries abertas para o minicurso de Avaliao Morfolgica de Girolando no Zootec 2019
23/05/2019 - Mrito Girolando ser entregue na Megaleite 2019
21/05/2019 - Governador de Minas confirma presena na Megaleite 2019
17/05/2019 - Presidente da Girolando participa do 17 Encontro de Bons Negcios
17/05/2019 - Girolando homenageia organizadores da Expoagro de Franca

Web Girolando
Usurio:
Senha:
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui Esqueceu o seu usurio? Clique Aqui
Receba nossa newsletter
Nome:
Sobrenome:
Email:
Whatsapp:


Girolando no Brasil




GIROLANDO NAS REDES SOCIAIS



APOIO



AGNCIA DIGITAL