13 set 2021
Vaca 5/8 lidera lista das grandes produtoras de leite com mais de 100 mil kg

O Girolando alcançou mais um recorde em sua trajetória de 25 anos de reconhecimento oficial como raça leiteira nacional, além de ser responsável por 80% do leite produzido no país. Na lista das vacas vitalícias (que produziram mais de 100 mil kg/leite), a líder é uma fêmea da composição racial 5/8 HOL + 3/8 Gir, que representa a fixação do padrão racial do Girolando pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 
A vaca Esparta Windstar OG é a mais produtiva registrada na Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, atingindo 153.793,52 kg em toda sua vida. As outras seis vitalícias da raça são das composições CCG 3/4 e CCG 1/2. Segundo Edivaldo Júnior, coordenador Operacional do Programa de Melhoramento Genético da Raça Girolando (PMGG) e do Serviço de Registro Genealógico, Esparta Windstar OG reúne as principais características desejadas na raça Girolando. “Ela mostrou ter versatilidade, pois essa produção de mais de 150 mil kg foi atingida em sistema semi-intensivo (pasto e cocho), e produtividade. Ainda teve grande fertilidade, com 14 filhos, e longevidade, tendo produzido por 16 anos e meio”, destaca Edivaldo Júnior.
De propriedade do criatório Girolando OG, Fazenda Santo Inácio, em Campo Florido/MG, Esparta Windstar OG transmitiu a seus filhos essa característica produtiva. “Ela enfrentou pouquíssimos problemas de saúde, nunca teve um problema de casco, teve a fertilidade como um dos pontos fortes, muita saúde em sua glândula mamária e com histórico de CCS muito bom. Vemos isso também em suas filhas, como a Fanta, uma vaca Puro Sintético, que em quase 10 anos encerrou oito lactações e quase 60 mil kg de leite produzidos”, informa Gustavo Gonçalves, terceira geração à frente do criatório Girolando OG. 
Esparta Windstar OG iria completar 18 anos em novembro, mas faleceu em março, deixando um grande legado para a raça, pois continua na liderança do ranking das vitalícias com mais de 40 mil kg de diferença para a segunda colocada. “A utilização de touros 5/8 HOL + 3/8 Gir e Puro Sintético vem crescendo muito nos últimos anos em rebanhos comerciais. Este movimento ocorre em função dos produtores buscarem vacas produtivas, férteis, longevas e saudáveis, características presentes de forma intensa nos animais 5/8 e Puro Sintético”, assegura o coordenador do PMGG. 
Na formação de um rebanho Girolando, são permitidos vários tipos de cruzamento, sendo que os animais 5/8 e Puro Sintéticos (PS) já são considerados a raça propriamente dita. 

Larissa Vieira
imprensa@girolando.com.br
Destaques
Parceiro Premium

Parceiros Master

Canal Master